GCN na Web

Um overview de tudo aquilo que estamos fazendo na Web

Retrospectiva 2008

leave a comment »


ARTE/COMÉRCIO DA FRANCA

Veja quais foram as principais notícias deste ano que passou:

Janeiro

Adriana Telini arma roubo contra a própria cliente
Dois advogados de Franca foram notícia no meio policial no primeiro mês do ano: Marco Aurélio Gilberti, ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e Adriana Telini. Gilberti se envolveu pela primeira vez em uma ocorrência em que ele era o acusado. Telini já era conhecida nos meios policiais por suas ligações com marginais.

Ouça o áudio

Fevereiro

Após 62 anos, Agabê fecha as portas em Franca
Fevereiro de 2008 ficará marcado na história da indústria calçadista de Franca. Depois de 62 anos de história, a Calçados Agabê fechou as portas na cidade no dia 1º, véspera de Carnaval. Os 500 funcionários foram avisados pelo presidente da empresa, Miguel Betarello, num discurso emocionado. A empresa, que chegou a ter mais de 3 mil funcionários e produzir 10 mil pares de calçados por dia, era a terceira gigante do setor a fechar as portas na cidade em menos de dois anos – foi precedida pela Samello e pela Sândalo.

Ouça o áudio

Março

Acidente mata cinco na ‘curva da morte’
Março foi marcado por mais uma tragédia na Rodovia Cândido Portinari, perto do trecho conhecido como “curva da morte”. Uma batida frontal entre um caminhão carregado de pisos e uma perua Kombi matou cinco pessoas – todas de Rifaina – deixou outras três feridas. A perua transportava três portadores de deficiência para a Apae de Franca. Um estudante da Unifran, uma professora de educação física e a mulher do motorista estavam de carona. Valmir Borges, 42, condutor do caminhão, sofreu apenas escoriações. Ele alegou ter perdido o controle do veículo segundos antes da colisão.

Ouça o áudio

Abril

Sidnei manda Graciela Ambrósio para o PT
Abril começou com o registro de uma morte inusitada na região. Uma adolescente de 16 anos matou o amante, de 82, em Patrocínio Paulista. A menor enforcou o sitiante aposentado Orival Geraldo Pinto na cama em que dormiam. Depois, roubou um botijão de gás e foi embora. Horas depois, ela mesma ligou para a polícia se passando por outra pessoa e acabou confessando o crime. “Matei por causa da cachaça”.

Ouça o áudio

Maio

Sapateira é acusada de tramar a morte do pai

Na política, o mês de maio foi de confirmações. O prefeito Sidnei Rocha (PSDB) admitiu que sairia candidato à reeleição, após fazer muito suspense. Ele tentou adiar o assunto ao máximo, mas, em uma entrevista que durou mais de duas horas na sede do GCN (Grupo Corrêa Neves de Comunicação), não conseguiu segurar e admitiu: “Quero ser candidato”. Com o apoio do partido, da família e sem nada que o fizesse perder a vontade de continuar no comando da administração, Sidnei avisou que iria para a guerra e que “seria para ganhar”. Cinco meses depois, ele consagraria sua vitória nas urnas.

Ouça o áudio

Junho

Investigador é expulso da Polícia Civil

Logo no primeiro dia de junho foi publicada pesquisa de intenção de votos do Instituto Datalink – encomendada e paga pelo Comércio. Os números apontavam que o prefeito Sidnei Rocha (PSDB) não encontraria grandes dificuldades para ser reeleito. Com folga, bateu virtuais adversários, como o vice Ary Balieiro (PTB), que ameaçava ser candidato e recuou após a pesquisa, Gilson Pelizaro (PT), Joaquim Pereira Ribeiro (PSB) e Gilson de Souza (DEM). Os números se confirmariam em outubro.

Ouça o áudio

Julho

Adutora se rompe e deixa Franca sem água

O fato mais marcante de julho foi o rompimento de uma adutora do Rio Canoas, na última semana do mês, que deixou cerca de 70 mil residências sem água na cidade durante quase dez dias. O problema atingiu 80% do município e chegou a Restinga, cujo fornecimento de água é compartilhado com o sistema de Franca. Apenas as regiões centrais, próximas a hospitais e à Avenida Presidente Vargas permaneceram com água nas torneiras normalmente.

Ouça o áudio

Agosto

Morre Marcela, o bebê que desafiou a ciência

O mês de agosto começou triste para quem acompanhou o caso e o drama de Marcela de Jesus Ferreira, o bebê anencéfalo (sem cérebro) que desafiou a medicina vivendo 18 meses. Normalmente, estes bebês morrem poucas horas após o nascimento. Ela morreu no dia primeiro, na UTI da Santa Casa de Franca, após sofrer parada cardiorrespiratória em decorrência de uma pneumonia.

Ouça o áudio

Setembro

Top Of Mind: premiação que agitou a cidade

A premiação do Top of Mind de 2008 – voltada às marcas mais lembradas pelos francanos – parou a cidade. O evento reuniu 1,2 mil pessoas no salão nobre do Castelinho. No “Top Ten” – as dez instituições com os maiores índices de citação do ano, destacaram-se, pela ordem, Comércio da Franca (89,3%), Unifran (83,2%), Fisioforma (79,6%), O Boticário (77,6%), Coca-Cola (72,9%), Unimed (72,2%), Skol (66,8%), Claro (63,9%), Tchau Varal (63,8%) e Chok Doce (63,7%).

Ouça o áudio

Outubro

Sidnei Rocha é reeleito com 110 mil votos

Confirmando as projeções dos institutos Datalink e Ibope, Sidnei Franco da Rocha (PSDB) entrou para a história conquistando seu terceiro mandato na Prefeitura de Franca. Em cinco de outubro, o tucano recebeu uma das maiores votações do Estado (110,4 mil votos). Gilson Pelizaro (PT) chegou em um distante segundo lugar, com 44.480. “Recebi a confiança de uma maioria enorme da população e isto dá força, disposição e mais coragem”. A votação também provocou uma considerável reformulação na Câmara, que a partir do dia primeiro será representada por apenas cinco partidos. Entre os 15 eleitos, são sete da atual legislatura e oito “caras novas”.

Ouça o áudio

Novembro

Seis pessoas recebem órgãos de Letícia e Alexandre

Ainda abalada pela tragédia da Rua Ouvidor Freire, a população francana voltava a se emocionar no começo de novembro com a notícia de que seis pessoas tinham sido beneficiadas com a doação dos órgãos de Letícia e Alexandre Massucato Resende.

Ouça o áudio

Dezembro

Amazonas demite 380. Diretor se emociona

Levantamento divulgado pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, mostrou que em novembro de 2008 foi registrado o maior saldo negativo entre todos os meses de novembro da década. Mais de 2 mil postos de trabalho foram fechados (2.226), quase o quádruplo do registrado no mesmo período no ano passado.A indústria calçadista apresentou o pior desempenho. Sozinha, foi responsável por 2.110 vagas fechadas.

Ouça o áudio

 

ESPORTES

Eleições definem rumos de clubes francanos

Vitórias garantem um presidente. Derrotas marcam a perda de poder em um clube associativo. Certo? Não. Em Franca, títulos não garantem a continuidade de um dirigente, assim como equívocos, goleadas, humilhações e dívidas podem ser ignorados quando o assunto é o pleito ao cargo executivo de uma associação esportiva. Qualquer prognóstico depende de uma conjunção inexplicável de fatores.

 

Para ler as matérias completas, acesse o caderno especial no Jornal Comércio da Franca

Anúncios

Written by GCN Comunicação

31/12/2008 às 22:00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: