GCN na Web

Um overview de tudo aquilo que estamos fazendo na Web

Bastidores da notícia: O desafio de conseguir apurar os fatos

leave a comment »


Por Irinéa Donizete

No dia seguinte, o trabalho jornalístico continuou, porém, com foco nas supostas vítimas que haviam dado o depoimento na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), na noite anterior.

Os trabalhos iniciados a partir das 9 horas (e terminados por volta da meia noite) foram divididos entre Fernanda Bufoni, que ficou a com a parte policial do caso, Marco Felippe, que reportou a posição da igreja e Nelise Luques, que apurou os depoimentos das supostas vítimas de padre Dé. Até então, a única informação útil para encontrar os jovens acusadores do abuso sexual, era uma referência do bairro: mediações do Leporace, Tropical e Portinari. A delegada Graciela Ambrósio, responsável pela investigação, não deu nenhuma informação de onde localizá-los. A única alternativa era ir pessoalmente aos locais e conversar com vizinhos, familiares e frequentadores da Paróquia São Vicente de Paula e das obras sociais realizadas pelo padre Dé. Além de Nelise, Fernanda e Marco também revezaram o trabalho de localizar os meninos.

Quando encontrados, surgia outra dificuldade. Nos primeiros contatos, a maioria dos entrevistados mostrou resistência em dar declarações.

“O desafio era detalhar melhor o teor dessas acusações para tentar entender como era a convivência dos meninos com o padre. Tínhamos que preservar a todo o momento a identidade dos jovens, porque, além de serem menores de idade estavam envolvidos em um caso complicado, que invadia a intimidade e a privacidade da vida da pessoa. Tivemos maior cuidado com isso”, explicou Nelise, ressaltando que os pais dos denunciantes sempre estiveram muito preocupados em os preservar, assim como o GCN Comunicação, conforme a ética do jornalismo, que é preservar sempre a fonte.

No dia 26 de março, quando publicada a matéria Novas denúncias reforçam suspeita de pedofilia e “Não contei porque fiquei com medo e vergonha“, Nelise lembra que os entrevistados a procuraram.

“Criou uma relação de confiança. Tanto que ele (o menino de 16 anos) queria marcar um dia para voltar a conversar para revelar mais detalhes. Como repórter é muito emocionante. É uma história forte, que mexe com o sentimento e a vida de várias pessoas envolvidas. Isso é a paixão dos repórteres. Poder contar a notícia”, destaca.

No dia 27, “a delegada Graciela de Lourdes David Ambrósio, da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Franca, formalizou inquérito para apurar as denúncias de estupro que pesam contra o padre José Afonso Dé, vigário da Paróquia de São Vicente de Paulo. Após três dias de investigações, o processo já reúne oito depoimentos, cinco deles de adolescentes que acusam o religioso de abuso sexual”. (Leia mais). Em todas as entrevistas, padre Dé negou envolvimento nos casos. “Ele estava sempre muito tranquilo ao prestar depoimento e para atender a imprensa”, disse Fernanda.

Marco entrevistou o bispo Dom Pedro, que revelou com exclusividade que padre Dé seria afastado de suas funções. Bispo afasta padre Dé de suas funções.

Enquanto isso, no outra parte da matéria (questões policiais), a delegada Graciela se recusava a dar entrevistas ou qualquer detalhe sobre o caso. Isso só foi acontecer no dia 12 de abril, quando ela declarou que padre Dé seria indiciado ‘por estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude (quando a vítima não é vencida por violência ou ameaça, como no estupro, mas enganada)’. A partir daí o caso começou a tomar proporções nacionais, com a divulgação em todos os principais veículos de comunicação do país na mídia impressa, televisiva, radiofônica e on-line.

Anúncios

Written by GCN Comunicação

23/04/2010 às 17:40

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: