GCN na Web

Um overview de tudo aquilo que estamos fazendo na Web

História Expressa: Memória do rádio

leave a comment »


O senhor Antonio Augusto Nunes de Souza começou a trabalhar como operador de som em 1953 na antiga rádio PRB 5, e o rádio tornou-se sua grande paixão, que hoje possui uma coleção com nada menos que cem aparelhos.

Antonio Augusto conta com orgulho duas façanhas:

a de ter sido a primeira voz a anunciar “Rádio Difusora no ar”, por volta de 03 horas da manhã, ocasião da inauguração da radio, em 10 de junho de 1962;

e a segunda e mais marcante, de ter sido o único repórter do interior de São Paulo a estar presente no Palácio dos Campos Elíseos (antiga sede do governo paulista até 1965, quando foi inaugurado o palácio dos Bandeirantes, no Morumbi) na capital em 1964, quando se reuniram os governadores Nei Braga (Paraná), Carlos Lacerda (antigo estado da Guanabara, o Rio de Janeiro), Adhemar de Barros e outros políticos influentes como Cantídio Sampaio e o secretário de imprensa do governo, jornalista Corrêa Neves. Ele entrevistou o grupo, quando os militares depuseram João Goulart, após a “Marcha da família com Deus pela Liberdade”; que levou mais de 500 mil pessoas às ruas de São Paulo.

Antonio Augusto relembra saudoso o rádio na década de 60:

“Era diferente. A gente saia para fazer uma gravação em Batatais, Ribeirão Preto, Barretos, depois a gente chegava e perguntava: Saiu a transmissão? Porque a gente não tinha o retorno, não sabia se tinha gravado. Era tudo em um gravador grande com dois rolos…”

Relembra com carinho a rádio que completa 48 anos, da qual foi diretor esportivo e de entretenimento:

“A Difusora me trouxe muitas alegrias. Eu tinha um programa inédito no interior do estado que era o Difusora em seresta. Nós saíamos todo sábado, a prefeitura me emprestava um caminhão, o prefeito era o Helio Palermo, colocávamos um piano em cima e saíamos fazendo serenata. Se chegasse a lugares onde conseguíssemos um ‘looping’ (linha de transmissão), transmitíamos. Éramos eu, o Amauri Destro, o Robson e um músico francano chamado Camilo Retucci, o maior violinista que já conheci”.

Anúncios

Written by GCN Comunicação

18/06/2010 às 18:16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: