GCN na Web

Um overview de tudo aquilo que estamos fazendo na Web

Posts Tagged ‘comunicação

Especialista em educomunicação abre ‘Jornal Escola’

leave a comment »


O projeto Jornal Escola, desenvolvido pelo GCN, inicia as atividades de 2014 com um encontro entre autoridades e educadores nesta semana. A abertura do projeto acontecerá no dia 13, às 19h30, no Auditório “Jornalista Corrêa Neves”. O evento terá a presença da coordenadora nacional do Programa Jornal e Educação da ANJ (Associação Nacional de Jornais), Ana Gabriela Borges. Ela fará a palestra Jornal e suas múltiplas possibilidades. O encontro deve reunir 80 convidados.   Ana Gabriela é mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Organização do Trabalho Pedagógico e licenciada em Pedagogia pela mesma universidade. Atualmente é gerente do Instituto GRPCOM (Grupo Paranaense de Comunicação). A palestrante possui experiência em elaboração de materiais didáticos, docência no ensino superior, educação infantil, educação rural, ensino a distância, coordenação de projetos sociais, comunitários, culturais, educacionais e de educomunicação.    Na palestra no GCN, Ana Gabriela vai abordar formas de usar o jornal como ferramenta de ensino nas escolas. “Pretendo mostrar como o jornal em sala de aula pode ser aproveitado além da forma didática. Os alunos precisam avaliar o jornal com um olhar crítico e ativo, aprendendo que eles podem sim sugerir uma pauta, criar o próprio jornal, ter voz e não apenas ser impactado pelo meio de comunicação”, disse ela.   Novidades para 2014 O projeto Jornal Escola promove outras atividades. As escolas realizam visitas monitoradas à sede do GCN. Os estudantes têm a oportunidade de conhecer a redação integrada do grupo - jornal Comércio da Franca e estúdios da rádio Difusora AM.   Neste ano, o projeto será expandido para todas as escolas de educação infantil da rede municipal e a expectativa é atender cinco mil crianças.    Outra novidade é a retomada do Natal no papel. Trata-se de um a ação por meio da qual crianças enviam desenhos com motivos natalinos e têm a possibilidade de ver sua criação transformada em cartões de Natal, que serão distribuídos aos leitores pelo Comércio.   O Jornal Escola ainda promoverá outras ações culturais. Os alunos poderão participar de mais uma edição do Jovem Redator, que será lançado em maio e a premiação aos melhores textos está prevista para agosto. No ano passado, os professores e alunos vencedores foram premiados com TVs 42”, tablet, bicicleta, entre outros. Os prêmios da edição de 2014 ainda serão definidos.   Os professores das escolas parceiras do projeto poderão participar de oficinas pedagógicas. “Este ano vamos abordar temas da área educacional e focar no que o jornal oferece, como desenvolvimento da criatividade e políticas educacionais”, disse a coordenadora do Jornal Escola, Roberta Chagas. (Foto: Cassiano Lazarini / Comércio da Franca)

Crianças visitam a redação integrada do Comércio e da Difusora AM pelo projeto Jornal Escola (Foto: Cassiano Lazarini / Comércio da Franca)

O projeto Jornal Escola, desenvolvido pelo GCN, inicia as atividades de 2014 com um encontro entre autoridades e educadores nesta semana. A abertura do projeto acontecerá no dia 13, às 19h30, no Auditório “Jornalista Corrêa Neves”. O evento terá a presença da coordenadora nacional do Programa Jornal e Educação da ANJ (Associação Nacional de Jornais), Ana Gabriela Borges. Ela fará a palestra Jornal e suas múltiplas possibilidades. O encontro deve reunir 80 convidados.

Ana Gabriela é mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Organização do Trabalho Pedagógico e licenciada em Pedagogia pela mesma universidade. Atualmente é gerente do Instituto GRPCOM (Grupo Paranaense de Comunicação). A palestrante possui experiência em elaboração de materiais didáticos, docência no ensino superior, educação infantil, educação rural, ensino a distância, coordenação de projetos sociais, comunitários, culturais, educacionais e de educomunicação.

Na palestra no GCN, Ana Gabriela vai abordar formas de usar o jornal como ferramenta de ensino nas escolas. “Pretendo mostrar como o jornal em sala de aula pode ser aproveitado além da forma didática. Os alunos precisam avaliar o jornal com um olhar crítico e ativo, aprendendo que eles podem sim sugerir uma pauta, criar o próprio jornal, ter voz e não apenas ser impactado pelo meio de comunicação”, disse ela.

Novidades para 2014

O projeto Jornal Escola promove outras atividades. As escolas realizam visitas monitoradas à sede do GCN. Os estudantes têm a oportunidade de conhecer a redação integrada do grupo – jornal Comércio da Franca e estúdios da rádio Difusora AM.

Neste ano, o projeto será expandido para todas as escolas de educação infantil da rede municipal e a expectativa é atender cinco mil crianças.

Outra novidade é a retomada do Natal no papel. Trata-se de um a ação por meio da qual crianças enviam desenhos com motivos natalinos e têm a possibilidade de ver sua criação transformada em cartões de Natal, que serão distribuídos aos leitores pelo Comércio.

O Jornal Escola ainda promoverá outras ações culturais. Os alunos poderão participar de mais uma edição do Jovem Redator, que será lançado em maio e a premiação aos melhores textos está prevista para agosto. No ano passado, os professores e alunos vencedores foram premiados com TVs 42”, tablet, bicicleta, entre outros. Os prêmios da edição de 2014 ainda serão definidos.

Os professores das escolas parceiras do projeto poderão participar de oficinas pedagógicas. “Este ano vamos abordar temas da área educacional e focar no que o jornal oferece, como desenvolvimento da criatividade e políticas educacionais”, disse a coordenadora do Jornal Escola, Roberta Chagas.

Anúncios

Written by GCN Comunicação

10/03/2014 at 12:20

Imersão no mundo da comunicação

leave a comment »


(Foto: Wilker Maia / Comércio da Franca)

Os estudantes da Escola Caminho Suave estiveram no dia 4 de outubro na sede do GCN Comunicação, abrindo as visitas do mês. Na foto eles estão em frente à máquina que imprime o Comércio (Foto: Wilker Maia / Comércio da Franca)

No mês das crianças e dos professores, o GCN recebeu a visita de cinco escolas de Franca. Os alunos fizeram um verdadeiro mergulho no jornalismo, ao conhecerem o funcionamento do Comércio da Franca, rádio Difusora, Portal GCN e Núcleo de Revistas.

Written by GCN Comunicação

06/11/2013 at 12:03

A revista ‘Negócios da Comunicação’ dedica capa ao GCN; veja a reportagem com o jornalista Corrêa Neves Júnior

leave a comment »


Corrêa Neves Junior na redação integrada do GCN Comunicação (Foto: Marcos Limonti/ Comércio da Franca)

Corrêa Neves Junior na redação integrada do GCN Comunicação (Foto: Marcos Limonti/ Comércio da Franca)

A revista Negócios da Comunicação dedicou a capa e mais sete páginas internas de sua edição de dezembro/2012 à entrevista concedida pelo diretor-executivo do GCN Comunicação, Corrêa Neves Júnior. O mote da entrevista foi a redação integrada concebida pelo jornalista e empresário que, de maneira ousada e inovadora, implantou em Franca um modelo de convergência de mídias que tem inspirado dezenas de outros veículos Brasil afora. O grupo, que congrega o jornal Comércio da Franca, a rádio Difusora, o portal de notícias GCN.net e vários títulos de revistas segmentadas, também tem atraído a atenção de empresários e especialistas de diferentes partes do mundo.

Na entrevista, Corrêa Neves Júnior discorreu sobre a integração da redação destes veículos de comunicação e sobre os desafios de materializar esta ousada estratégia de convergência de mídias longe dos grandes centros urbanos. Ele detalhou como surgiu a ideia da nova redação, projeto ao qual se dedica desde 2007, quando quase nenhuma redação do Brasil havia aderido ao novo modelo; explicou como se deu o processo de convergência, como os profissionais são preparados e remunerados para a atividade diferenciada e, claro, como é o dia-a-dia nos veículos do GCN.“Quando planejamos implantar aqui na nossa sede um ambiente único que integraria uma redação de jornal; de rádio, com dois estúdios, de portal de internet, de revistas com estúdio para fotografia, tudo com comando compartilhado e ‘profissionais multiplataforma’, muitos diziam que éramos loucos. Naquela época, em 2007, não havia nada parecido no Brasil. Pelo menos, do jeito que a gente pretendia fazer. Não era só possível como fizemos. Provamos que dava pra fazer de um jeito mais simples, sem que fossem necessários milhões de reais em investimentos, nem dezenas de consultorias estruturando novos padrões. E, o que é melhor, com grandes resultados para o leitor, ouvinte, internauta”, disse ele à Negócios da Comunicação. (Para ler a entrevista na íntegra, folheando a revista virtualmente, clique aqui)

Corrêa Neves Júnior  - Diretor-executivo do GCN Comiunicação (Foto: divulgação)

Corrêa Neves Júnior – Diretor-executivo do GCN Comiunicação (Foto: divulgação)

Líder absoluto nas pesquisas de preferência dos leitores de jornais da região de Franca, o Comércio da Franca está presente em 30 cidades, sendo 7 do estado de Minas Gerais. A rádio Difusora, da mesma maneira, chega a mais de 30 cidades só na macrorregião de Franca, atingindo uma população estimada em dois milhões de habitantes. O portal GCN tem uma audiência diária que ultrapassa os 20 mil acessos. Além disso, o grupo produz diferentes revistas como a Morar (duas edições anuais voltadas ao mercado imobiliário, arquitetura e decoração); a Casar (duas edições anuais, dirigidas a noivas); a Top Franca (reconhecimento empresarial) e a edição especial de Aniversário da Cidade.

Corrêa Neves Júnior é jornalista e empresário. Atua na edição do Comércio da Franca desde a década de 90 e assumiu a direção do grupo em 2005.

Written by GCN Comunicação

10/01/2013 at 16:12

Religiosos fazem Culto Ecumênico no GCN Comunicação

leave a comment »


Para começar o ano com força e fluídos positivos,  o pastor Clésio da Graça Costa, o padre Alessandro Marcos de Souza e a representante espírita Rosinha de Pádua Aylon,  realizaram, dia 7 de janeiro, no parque gráfico do GCN Comunicação um culto ecumênico para todos os colaboradores da empresa. Foi um momento de fé e boas energias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Wilker Maia/ Comércio da Franca

Written by GCN Comunicação

09/01/2013 at 20:18

Uma tribuna aberta para o leitor

with one comment


Carlos de Assumpção Júnior, representante comercial, é um dos leitores que mais se manifestam pela Internet e nas edições impressas: ‘quero promover uma discussão e construir do assunto algo que seja relevante’

Numa época em que a tecnologia trouxe à pauta a interatividade, permitindo uma redução das distâncias geográficas através das comunicações em nível global, o Comércio também se destaca. Ao abrir um espaço para o debate dos mais diversos assuntos, permitindo a interação dos leitores em seus comentários e participações, o jornal fomenta a liberdade de expressão e a democracia. E o leitor, por causa da proximidade que a Internet traz, leva o jornal a todos os cantos, seja através de seus computadores pessoais, seus notebook, tablets ou mesmo telefones celulares. E, tendo sempre em mãos os meios necessários, dá seu retorno, comentando, opinando e sugerindo assuntos que acabam até se tornando pauta e reportagem.

Além disso, o leitor ganha espaço não só no Portal GCN na Internet, com os seus comentários, mas também na edição impressa do Comércio. A seção Opiniões & Debates, publicada diariamente na Página A-2 do jornal, é o grande ponto de encontro dos leitores com os articulistas e colaboradores do jornal. O espaço Cartas dos Leitores é uma extensão do fórum de comentários do Portal GCN. “É um verdadeiro termômetro de como as pessoas se colocam diante dos fatos”, sintetiza Luiz Neto, editor de opinião do Comércio e gestor de relacionamento do GCN.

Em função das modernidades tecnológicas, grande parte das opiniões dos leitores é enviada pelo e-mail cartas@comerciodafranca.com.br, utilizando-se os danais Fale Conosco e a área de comentários do Portal GCN. Em média, chegam diariamente 350 mensagens. As redes sociais também se transformam em grandes pontos de debates e manifestações online. No total, são mais de 30 mil pessoas conectadas ao Facebook e Twitter do GCN.

Ainda assim, em pleno século XXI, ainda há os que fazem questão de escrever manualmente e deixar sua manifestação na sede do jornal ou enviar via Correio. Para as opiniões dos leitores serem publicadas tanto na edição impressa quanto no Portal GCN, existe uma espécie de triagem feita por Luiz Neto. Online, a liberação dos comentários fica por conta do núcleo de internet e dos editores. “As pessoas entram aqui e falam o que pensam. As mensagens só não são publicadas se houver denúncias, imputação de crime, xingamentos ou se forem cartas anônimas (que são diferentes de quem se identifica, mas pede o anonimato)”, destaca Luiz Neto.

Nos casos de denúncias, as mensagens são repassadas para a equipe de reportagem iniciar um trabalho jornalístico investigativo sobre o assunto em questão. “Além disso, é preciso ter um zelo com as cartas que serão lançadas no impresso. Não se pode perder a essência do que o leitor quer dizer. É uma escolha difícil. São mais de 300 mensagens para um espaço reservado a 12 cartas de leitores no jornal”, explica Luiz.

Para Luiz Neto, a seção de Opinião pode ser comparada a uma rede social. “As pessoas ficam em casa, às vezes, tendo ideias para solucionar algum problema da comunidade, por exemplo. Quando compartilham esse pensamento, em muitos casos movimentam a discussão que acaba caminhando para alguma solução que beneficie a maioria ou, ao menos, chama a atenção para o fato”, destaca Luiz que acrescenta: “O papel principal da página A-2 é promover o debate, manter acesos os temas que precisam ser melhor compreendidos pelos leitores. Isso esquenta os assuntos”.

“Quando eu faço um comentário, percebo que motivo outras pessoas a dizerem o que pensam também. A gente compartilha ideias”,  Ana Célia de Freitas, 42, coordenadora pedagógica

“As pessoas têm que desenvolver o senso crítico. Trabalho essa seção em sala de aula e convido meus alunos a se manifestarem. É trabalho de cidadania”, Rita Mozetti, 40, professora

Written by GCN Comunicação

01/07/2012 at 11:50